“Pelos seus dotes de sabedoria, fina sensibilidade pastoral, reconhecido otimismo e plena adesão à fé católica, o cardeal D. António Marto constituirá uma forte mais-valia para a Igreja universal e para o mundo que servimos”, refere Manuel Linda num comunicado hoje divulgado.

O papa Francisco anunciou hoje que vai nomear 14 novos cardeais a 29 de junho, entre os quais o bispo português de Leiria-Fátima, segundo a agência Ecclesia.

No comunicado, Manuel Linda acrescenta que “a Diocese do Porto participa do imenso júbilo com que os amigos celebram esta feliz escolha de D. António Marto para o Cardinalato”.

Com a nomeação, António Augusto dos Santos Marto, 71 anos, torna-se o quinto cardeal português nomeado no século XXI e o segundo no atual pontificado.

Uma vez cardeal, António Marto juntar-se-á no Colégio Cardinalício, que reúne todos os cardeais da Igreja Católica e tem por missão assistir e aconselhar o papa, aos cardeais portugueses Saraiva Martins, Manuel Monteiro de Castro e Manuel Clemente.

O grupo de 14 novos cardeais inclui ainda o principal conselheiro do papa, o arcebispo polaco Konrad Krajewski, conhecido pela ajuda aos sem-abrigo, e o arcebispo espanhol Luis Francisco Ladaria, prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé.

O patriarca da igreja caldeia do Iraque, Louis Raphael i Sako, e o arcebispo de Carachi, no Paquistão, Joseph Coutts, dois países onde os cristãos são minoritários, vão igualmente ser nomados cardeais.

O grupo inclui ainda prelados do Peru, México, Bolívia, Madagáscar, Japão, Itália e Espanha.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.