A aplicação, com o nome da freguesia, já está disponível para dispositivos móveis 'android' e 'iOS' e permite consultar os serviços da freguesia, georreferenciar pedidos de intervenção no espaço público, conhecer locais e alertar para ocorrências no espaço público.

Apesar de não ser a primeira plataforma do género criada para Lisboa, o presidente da Junta de Freguesia de Santo António, Vasco Morgado, apontou à agência Lusa que a plataforma é "moldada às necessidades" desta autarquia.

"É a primeira 'app' que permite uma resposta direta, não é só o freguês a comunicar com a Junta, a Junta também pode comunicar com o freguês", afirmou Vasco Morgado.

O autarca explicou que esta é uma aplicação "bastante completa e simples de usar" e que permite aos cidadãos "seguirem os alertas, sugestões ou problemas" que reportarem aos serviços através da plataforma.

"A pessoa fica com uma notificação referente ao alerta que fez, que fica verde quando a ocorrência está fechada e a pessoa recebe um 'push' [alerta] quando isso acontecer", explicou Vasco Morgado.

O autarca frisou que esta articulação também é benéfica para a junta, pois permite "ajudar a monitorizar o território" e perceber "onde há mais problemas, onde passa mais gente, onde há desgaste da calçada ou problemas de estacionamento, por exemplo".

Para além deste acompanhamento, a aplicação permite também a receção de notificações sobre trânsito, proteção civil, meteorologia, limpeza urbana, eventos ou serviços.

Na 'app Santo António', os fregueses poderão ainda consultar os eleitos e a história da freguesia, os arruamentos e quais figuras que lhes dão nome, notícias, agenda, escolas, espaços e projetos da Junta.

"Andamos a trabalhar nisto há algum tempo, para que saia o mais completa possível, ser uma verdadeira aplicação e ter mesmo aplicação", observou o presidente da Junta de Freguesia de Santo António.

Através da ligação do dispositivo móvel a um dos transmissores instalados na freguesia, é possível também receber avisos de eventos, promoções ou ementas dos restaurantes e cafés de Santo António, quando a pessoa se encontrar perto desses espaços e "ter uma ideia real do que se passa, ao minuto".

Segundo Vasco Morgado, para já estão instalados quatro destes transmissores na freguesia, mas os comerciantes que estiverem interessados também poderão tê-los nos seus espaços.

Quanto ao investimento, o presidente da Junta situou em sete mil euros, acrescido de um "custo de manutenção residual de cerca de 700 euros".

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.