Rosa María Payá, filha do destacado ativista pró-democracia cubano Osvaldo Payá, falecido em 2012, foi escolhida por “continuar o trabalho realizado pelo pai”, tendo lançado a iniciativa civil Cuba Decides (Cuba Decide), que defende a realização de um plebiscito democrático na ilha comunista.

Payá, de 21 anos, é também presidente da Rede Latino-Americana de Jovens pela Democracia.

Nabeel Rajab, 53 anos, é um defensor dos direitos humanos e da democracia do Bahrein, detido desde junho de 2016, a cumprir uma pena de cinco anos de prisão por mensagens que escreveu na rede social Twitter.

Co-fundador e presidente do Centro do Bahrein para os Direitos Humanos (Bahrain Center for Human Rights, BCHR), Rajab foi escolhido como candidato ao prémio “por demonstrar ao longo de uma vida inteira um compromisso para com a defesa dos direitos humanos com risco da própria vida”.

Oyub Titiev, detido desde janeiro deste ano, é um destacado ativista que preside à secção da organização de direitos humanos Memorial na república russa da Chechénia, uma organização “com um contributo amplamente reconhecido para a defesa dos direitos humanos através da denúncia dos abusos cometidos pelas autoridades locais”.

Titiev, 61 anos, foi detido e acusado de posse de droga, o que nega. Desde julho em julgamento, pode ser condenado a 10 anos de prisão.

Segundo a Amnistia Internacional, a organização a que preside é frequentemente alvo de ataques, e a sua antecessora na secção chechena, Natalia Estemirova, foi assassinada em 2009.

A lista anunciada hoje foi elaborada pelo painel de seleção de candidatos ao prémio, composto por “personalidades independentes do mundo dos direitos humanos” e presidido pela presidente da Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa (PACE), Maury Pasquier.

O vencedor será anunciado na abertura da sessão plenária de outono da PACE, em Estrasburgo, a 8 de outubro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.