Os automóveis em causa correspondem aos modelos A6 e A7, produzidos entre 2012 e 2014.

Citada pela agência Associated Press, a marca do grupo Volkswagen esclareceu que as condutas possuem um ponto de compressão que, ao longo dos anos, pode desgastar-se, levando à fuga de combustível.

A Audi acrescenta ainda que, até ao momento, não foi comunicado nenhum incêndio ou ferimento decorrente da anomalia.

Os proprietários serão notificados a partir do dia 5 de fevereiro, para que os revendedores possam proceder à substituição das condutas defeituosas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.