Segundo um comunicado, a agitação marítima “será caracterizada por ondulação proveniente do quadrante oeste, com altura significativa que poderá atingir os 12 metros e período médio a variar entre os 14 e 16 segundos”, enquanto o vento “poderá registar velocidades superiores a 72 quilómetros/hora e rajadas acima de 110 quilómetros/hora”.

A Autoridade Marítima Nacional e a Marinha recomendam à comunidade piscatória e náutica de recreio que se encontra no mar o regresso ao porto de abrigo mais próximo e a adoção de medidas de precaução, a par do reforço da amarração e vigilância apertada das embarcações atracadas e fundeadas.

São ainda de evitar passeios junto ao mar, com destaque para os molhes de proteção dos portos, “desaconselhando-se vivamente” a pesca lúdica, em especial junto às falésias e zonas de arriba nas frentes costeiras atingidas pela rebentação das ondas, indicaram as autoridades.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.