O BCE afirmou hoje que “o processo de redesenho começará com a criação de grupos de discussão para recolher as opiniões dos cidadãos de toda a zona euro sobre possíveis temas para as notas futuras”.

“Subsequentemente, um grupo consultivo composto por um perito de cada país da zona euro apresentará uma lista de temas selecionados ao Conselho do BCE”, acrescenta o BCE.

Os membros deste grupo já foram nomeados pelo BCE com base em propostas dos bancos centrais nacionais da zona euro e provêm de vários domínios, tais como história, ciências naturais e sociais, artes visuais e tecnologia.

Os atuais desenhos das notas de euro baseiam-se no tema “idades e estilos”, representados por janelas, portas e pontes.

“As notas de euro estão aqui para ficar. Eles são um símbolo tangível e visível da nossa união na Europa, especialmente em tempos de crise, e a procura continua forte”, disse a Presidente do BCE Christine Lagarde.

“Após 20 anos, é tempo de atualizar o aspeto das nossas notas para que os europeus de todas as idades e origens possam identificar-se com elas”, acrescentou Lagarde.

Na sequência das propostas do grupo consultivo, o BCE pedirá ao público a sua opinião sobre os temas selecionados.

A isto seguir-se-á um concurso de desenho para as novas notas, após o qual o BCE voltará a consultar o público.

O Conselho do BCE tomará a decisão final.

Elvira Maria Correia Fortunato, vice-reitora, Universidade Nova de Lisboa é membro do grupo consultivo para Portugal.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.