“O Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (DJSCML) decidiu aplicar uma medida de exceção, no sentido de dissuadir este tipo de furtos tendo em conta a proteção dos apostadores e mediadores”, pode ler-se numa nota.

Esta medida vem sequência de “notícias recentes sobre roubos de talões de apostas registadas no Placard”.

Os Jogos Santa Casa acrescentam que estão a reforçar a segurança e que, com este procedimento, haverá uma maior colaboração com as autoridades policiais.

Numa nota no Facebook, o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP (Cometlis) aconselhou os mediadores autorizados pelo departamento de jogos “a ter cuidado e desconfiar no registo de apostas Placard com valores monetários elevados, de modo a receber essa quantia antes de entregar o respetivo bilhete”.

A polícia lembrou que devem ser ainda tomadas medidas de autoproteção para evitar este tipo de crime.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.