“Os cidadãos britânicos [residentes em Portugal] têm procurado muito o balcão do IMT de Faro para trocar as suas cartas de condução inglesas por portuguesas”, afirmou o secretário do Estado Adjunto e da Modernização Administrativa, Luís Goes Pinheiro, em declarações à Lusa.

O aumento da procura levou o Governo a decidir colocar mais uma dezena de funcionários naquele balcão do Algarve, segundo a mesma fonte.

“Faro é uma zona muito pressionada por causa do ‘Brexit’ e dos cidadãos ingleses que residem em Portugal”, comentou, ressalvando não ter informação sobre o número de pedidos dessas trocas de carta de condução.

Na sexta-feira, a primeira-ministra britânica, Theresa May, formalizou um segundo pedido de adiamento da data de saída do Reino Unido da UE, agora até dia 30 de junho.

Depois de ver o acordo de saída negociado com Bruxelas chumbado três vezes no parlamento britânico, May iniciou negociações com o principal partido da oposição britânica, o Partido Trabalhista, para um compromisso que permita que o parlamento aprove o acordo de ‘Brexit’.

No Conselho Europeu da próxima quarta-feira, em Bruxelas, os 27 vão decidir se concedem um novo adiamento ao Reino Unido, depois de já em 21 de março terem aceitado estender o período de negociações do ‘Brexit’, que terminava em 29 de março, até 12 de abril.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.