“Sinto-me desolado por Theresa. Aprecio-a enormemente”, declarou Trump no relvado da Casa Branca, antes de partir para um périplo que o levará ao Japão e, entre 03 e 05 de junho, ao Reino Unido

“Ela trabalhou muito duro, ela é muito sólida”, acrescentou Trump.

No entanto, nos últimos meses o Presidente norte-americano não se coibiu de criticar a forma como May geriu o complicado dossiê de saída do Reino Unido da UE ('Brexit'), e quando a dirigente britânica tentava estabelecer boas relações mútuas.

Theresa May precisou que se demitiria das funções de líder do Partido Conservador, e consequentemente do cargo de chefe do governo, em 07 de junho, exprimindo um “profundo lamento por não ter sido capaz de aplicar o 'Brexit.

Desta forma, ainda ocupará Downing Street no decurso da visita de Estado de Trump a Londres, que se desloca à Europa no início de junho por ocasião do 75.º aniversário do desembarque na Normandia.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.