"O espaço está a ser alvo de um reordenamento florestal que inclui o abate de algumas árvores para a plantação de dezenas. Algumas árvores foram removidas para nivelar o terreno e torná-lo seguro ou para colocar muros de contenção. Estamos a falar de um parque de uso gratuito que é o maior parque metropolitano em construção", disse o presidente da Câmara de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues.

O autarca, que falava aos jornalistas à margem de uma reunião camarária, respondia ao facto de, nas redes sociais, terem surgido fotografias que mostram o abate de árvores no parque de S. Paio, um espaço localizado em Canidelo pensado por Sidónio Pardal, o mesmo arquiteto que concebeu o Parque da Cidade do Porto.

O autarca apontou ainda que a abertura do espaço deve acontecer no próximo verão depois de cerca de nove meses de obra.

Em março, numa reunião camarária descentralizada que decorreu em Oliveira do Douro, na qual a adjudicação de uma parte da obra foi aprovada por unanimidade, foi revelado que valor total da empreitada, que tem várias fases, deverá ultrapassar os dois milhões de euros.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.