De acordo com a descrição de um dos anúncios publicados quinta-feira em Diário da República (DR), em causa está a obra de reforço da proteção da margem do rio Douro entre a Quinta dos Frades, em Oliveira do Douro, e o Areínho de Avintes.

O prazo de execução do contrato é de 120 dias e o valor base ronda os 355 mil euros.

Este concurso contempla montagem e desmontagem de estaleiro, instalação de uma rede de iluminação pública, construção de escadas de granito, instalação de guarda metálica de proteção e construção de passadiço de estrutura metálica, entre outros aspetos.

Já um segundo concurso, também datado da última semana, diz respeito à requalificação ambiental da frente fluvial do rio Douro entre a ponte do Freixo e a Quinta dos Cubos, também na freguesia de Oliveira do Douro, tendo um custo a rondar os 586 mil euros e prazo de execução de 180 dias.

Por sua vez, a reabilitação do espaço público do núcleo histórico ribeirinho de Arnelas, no Olival, uma empreitada que tem por objetivo a reabilitação e remodelação das infraestruturas de vários arruamentos e escadarias, conforme está descrito em DR, custa cerca de 611 mil euros e tem um prazo de execução de 270 dias.

Por último, o concurso para a obra de reabilitação do centro histórico ribeirinho do Espinhaço, em Avintes, tem como custo base cerca de 629 mil euros e igual prazo de execução ao anúncio anterior.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.