O programa municipal "Arrábida Sem Carros e em Segurança 2021", que entrou em vigor no dia 10 de junho e deveria terminar em 16 de setembro, estabelece um conjunto de restrições à circulação automóvel nos acessos às praias da Arrábida durante a época balnear, para garantir a segurança rodoviária e o acesso de viaturas de emergência.

Na decisão aprovada na sessão pública de quarta-feira, a Câmara de Setúbal justifica o prolongamento das restrições à circulação automóvel aos últimos dois fins de semana de setembro com a perspetiva de haver condições meteorológicas favoráveis à prática balnear, o que, regra geral, leva à “ocupação desregrada de todas as bermas e partes da faixa de rodagem sempre que não existem condicionantes à utilização do transporte individual”.

Assim, de acordo com a autarquia, “nos fins de semana, dias 18, 19, 25 e 26, as restrições são exatamente iguais às que se encontram em vigor, de que se destaca a proibição de circulação automóvel entre as praias da Figueirinha e o Creiro, nos dois sentidos, das 08:00 às 20:00”.

“Nestes quatro dias, os TST asseguram as atuais ligações de autocarro de Setúbal às praias, carreiras que são abrangidas pelo Passe Navegante e com horários e tarifas já estabelecidos, mas o transporte de Azeitão é suprimido”, acrescenta, em nota de imprensa, o município sadino.

A Câmara de Setúbal salienta ainda que, não obstante a circulação rodoviária na estrada de acesso às praias da Arrábida já se realizar sem condicionamentos de segunda a sexta-feira no período compreendido entre 16 e 26 de setembro, o estacionamento apenas será permitido nas zonas autorizadas, designadamente nos “parques de estacionamento da Figueirinha e do Creiro, que se mantêm em funcionamento mediante o pagamento definido”.

A autarquia refere ainda que neste período, de 16 a 26 de setembro, está também interdita a permanência de autocaravanas ou similares nos parques e zonas de estacionamento, assim como o estacionamento fora dos parques e zonas de parqueamento ordenado, e adverte que haverá um reforço da fiscalização policial.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.