A travessa situa-se na freguesia de Santo Ildefonso, podendo ser acedido na ligação da Rua João Pedro Ribeiro à Travessa Antero de Quental, com trânsito só no sentido descendente, e pela ligação da Travessa Antero de Quental à Rua de Camões, aqui com trânsito nos dois sentidos.

Através do seu gabinete de comunicação, a Câmara do Porto informou que "o congestionamento de trânsito na Travessa da Sra. da Conceição existe há muitos anos", que o edifício que lá está "não é recente e constitui uma barreira arquitetónica para toda a movimentação daquele espaço há já muitos anos".

"A Câmara do Porto conhece o problema e quer resolvê-lo. Nesse pressuposto, está em curso um projeto para o seu alargamento a mais uma via de trânsito", acrescentou.

Além de estreita, na via "há um edifício que estrangula a circulação e impede a passagem, obrigando todos os veículos automóveis a inverterem a marcha", denunciou hoje o Gabinete de Imprensa da Escola Superior de Saúde daquele hospital, sediado naquela travessa, em comunicado enviado à agência Lusa.

A diretora geral do hospital, Lurdes Serra Campos, acrescentou que os problemas "derivam do facto de a logística do hospital ser feita na travessa", com os fornecedores a "terem dificuldades para fazer as entregas, que, dado não poderem ser feitas com os carros maiores, repetem-se ao longo do dia", com os "naturais transtornos para os moradores".

Ao mesmo tempo, a exiguidade da via "impede o acesso aos veículos da Proteção Civil", relatou a diretora geral, informando terem sido "enviadas várias petições para a câmara" a pedir a intervenção no local.

A razão para só agora o hospital ter levantado a questão junto da autarquia deve-se, segundo Lurdes Serra Campos, ao facto de "a atividade do hospital ter aumentado muito nos últimos anos, sentindo cada vez mais este constrangimento".

O presidente da União de Freguesias do Centro Histórico do Porto, António Fonseca confirmou à Lusa conhecer o problema e indicou que, no final de janeiro, "o participou à Câmara do Porto", afirmando-se empenhado em encontrar uma solução para a situação "que ocorre em terrenos privados numa zona não classificada da cidade".

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.