Fontes do Movimento de Regeneração Nacional (Morena) informaram hoje que Emigdio López Avendaño, candidato a deputado local, e pelo menos duas pessoas que o acompanhavam durante uma ação de campanha, foram assassinados a tiro.

Desde o início do processo eleitoral, a 08 de setembro de 2017, registaram-se mais de 543 agressões, 130 assassinatos, 48 dos quais eram candidatos e pré-candidatos, segundo uma informação da consultora Etellekt sobre violência política.

A 01 de julho será eleito o Presidente do México, 500 deputados e 128 senadores do Congresso Federal, bem como as autoridades locais em 30 dos 32 estados daquele país.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.