Depois de três semanas de seca e fortes ventos que impulsionaram o fogo na direção das casas, várias cidades do planalto Fraser, no centro da província, foram evacuadas.

O fogo obrigou cerca de 10 mil pessoas a deixarem os seus lares no início do fim de semana, informou o centro de coordenação do Corpo de Bombeiros, citado pela emissora canadiana CBC.

"Tivemos 140 incêndios que começaram apenas na sexta-feira. Cerca de 100 no sábado", disse Kevin Skrepnek, porta-voz desse centro, ao ser entrevistado pela CBC.

"Infelizmente, esperamos condições de calor e de seca em um futuro previsível", indicou.

Cerca de 240 pontos de incêndio continuavam no domingo à tarde, 27 deles declarados no mesmo dia, afirmaram as autoridades.

Os habitantes fugiram dos incêndios florestais, particularmente os violentos na região de Kamloops e Cariboo, e dirigiram-se para Príncipe George, no norte, onde as escolas foram equipadas como abrigos.

Centenas de bombeiros das províncias vizinhas foram enviados para apoiar outros mil que combatem os incêndios, que aumentam a cada dia.

O ministro de Segurança Pública anunciou no domingo a aprovação de um plano de ajuda federal e 100 milhões de dólares canadenses prometidos pela província para ajudar as vítimas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.