Em causa está a atividade do próximo sábado e domingo, e também dos dias 21 e 22 de novembro, nos 121 municípios que incluem a lista de territórios com risco elevado de contágio pelo vírus SARS-CoV-2.

"Tendo em conta as medidas anunciadas para travar o agravamento da pandemia e com o intuito de proteger a saúde de todos, o Grupo Solverde determinou o encerramento do Casino e Bingo de Espinho, e o do Casino de Chaves", anuncia fonte oficial do grupo.

Depois de em outubro já ter suspendido iniciativas, como os torneios de póquer de Espinho, igualmente por razões sanitárias, a Solverde afirma que na presente decisão "impera a proteção e máxima segurança dos seus colaboradores, clientes e saúde pública em geral", no que o objetivo é "minimizar o impacto da pandemia na sociedade".

Nas restantes datas de novembro, à exceção dos referidos fins de semana, as mesmas salas de Espinho e Chaves irão manter o horário de funcionamento que vinham adotando nos dias úteis, acolhendo público no período das 12:00 às 22:00.

No caso específico dos jogos bancados, esses têm início "às 13:00 no Casino Espinho e às 15:00 na unidade de Chaves".

Além das salas de jogo nesses dois concelhos e de uma plataforma própria na Internet, o Grupo Solverde também detém a concessão de três casinos no Algarve - o de Vilamoura, Monte Gordo e Praia da Rocha -, mas não refere alterações ao funcionamento desses espaços.

Espinho e Chaves incluem a lista de 121 municípios que, representando cerca de 70% da população portuguesa, apresentam atualmente um elevado risco de contágio pelo novo coronavírus, pelo que as respetivas populações estão este sábado e domingo sujeitas ao dever cívico de recolhimento ao domicílio a partir das 13:00.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.