A cerimónia chegou a estar prevista para 09 de março, depois de não se ter realizado em 2021 devido à evolução da pandemia de covid-19 em Portugal.

A data de 09 de março pressupunha que o novo Governo já estaria em funções, assim como o novo parlamento, mas os problemas com a eleição no círculo eleitoral da Europa, que obrigou a uma repetição da votação e a um adiamento da homologação do resultado das eleições resultou em novo adiamento.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa – que enquanto chefe de Estado é um dos representantes de órgãos de soberania que discursa nesta ocasião solene - já tinha sinalizado no passado fim de semana, no congresso do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público (SMMP), que a cerimónia oficial de abertura do ano judicial decorreria dentro de um mês.

A cerimónia está marcada para as 15:00 no Salão Nobre do Supremo Tribunal de Justiça, em Lisboa.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.