Os editores do Charlie Hebdo avançaram que as primeiras edições em alemão serão traduzidas da  edição original francesa, mas que o objetivo é que passe a ser produzido conteúdo (satírico) original em alemão. A edição alemã custará €4 e terá uma tiragem de 200.000 exemplares, de acordo com o Deutsche Welle.

O Charlie Hebdo é uma jornal francês satírico fundado em 1970 e que ficou tragicamente ligado um episódio que envolveu um ataque à sua redação no início de 2015. A 7 de janeiro do ano passado, dois homens armados atacaram os escritórios do jornal em Paris, provocando 12 mortos. O incidente ocorreu depois de o jornal publicar um número especial sobre as primeiras eleições na Tunísia após a destituição do presidente Zine el Abidine Ben Ali, ganhas pelo partido islamita Ennahda, em que o profeta Maomé era apresentado como o "redator principal".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.