O céu no centro da capital espanhola está coberto por uma névoa branca esta terça-feira, o que dificulta a visão. E o fumo e o cheiro a queimado enchem as ruas, conta o El País.

Contudo, não se registou nenhum incêndio em Madrid. O cheiro vem de um incêndio em Portugal, que, devido à direção e força do vento nesta terça-feira, atravessou cerca de 350 quilómetros. Os efeitos desta nuvem também foram sentidos em Castela e Leão, devido a um incêndio perto da fronteira, na aldeia de Lageosa da Raia.

Por sua vez, o incêndio na Serra da Estrela, cujo primeiro alerta foi dado na madrugada do dia 6, mas que reativou na segunda-feira e atinge os municípios de Manteigas, Covilhã e Guarda, também influencia o fumo que chega a Espanha.

Devido ao sucedido, as autoridades espanholas receberam alertas quanto a um possível incêndio na zona de Madrid.

"Ao longo da manhã recebemos chamadas de cidadãos quanto ao cheiro a queimado e fumo. Está um incêndio em curso em Portugal. Atualmente não há incêndios ativos em Madrid", informou no Twitter o 112 espanhol.

A nuvem de fumo também pôde ser vista na segunda-feira em Salamanca e hoje em Ávila, onde também foram registadas dezenas de chamadas para os serviços de emergência. Os cidadãos destas províncias partilharam fotografias nas redes sociais do fenómeno que deixou o céu cinzento.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.