Segundo a agência de notícias APS, o contrato assinado no sábado e válido por 25 anos prevê a produção de quase 95 milhões de barris de petróleo bruto petróleo na cidade industrial de Zarzaitine.

O acordo inclui a renovação de várias unidades de extração de gás natural, bem como a criação de até 12 novos poços.

O contrato foi assinado pelo vice-presidente da Sonatrach, Mohamed Slimani, e o diretor geral da Sinopec, Wu Xiuli, na presença do ministro da Energia da Argélia, Mohamed Arkab.

“A renovação das reservas de hidrocarbonetos exige uma maior intensificação dos esforços de investigação e exploração, através do recurso a parcerias internacionais, incluindo chinesas, que nos permitam beneficiar de tecnologias e técnicas modernas utilizadas neste setor, partilhando riscos e custos,” disse o ministro.

Arkab salientou ainda que está a trabalhar em coordenação com a Sonatrach e a Agência Nacional para o Desenvolvimento dos Recursos Hidrocarbonetos argelina para acelerar o lançamento das atividades de extração em Zarzaitine.

O anúncio surge numa altura em que a Sonatrach tem também intensificado as suas relações com a petrolífera italiana ENI, para aumentar em 50 por cento o fornecimento de gás natural argelino à Itália.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.