Chipre, que até hoje contabilizou 898 casos confirmados de covid-19 e 16 mortes, impôs a proibição dos voos comerciais a 21 de março passado, autorizando apenas os de carga, de repatriamento e humanitários.

O Governo cipriota acredita que os aeroportos do país poderão reabrir totalmente ao tráfego aéreo a partir de 09 de junho próximo, dependendo da evolução da pandemia do novo coronavírus, tanto interna como externamente.

As autoridades locais estão a analisar planos para trazer para a ilha os milhares de turistas que normalmente passam as férias de verão em Chipre, tendo em conta que as receitas do setor representam 13% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

Altos responsáveis do Ministério do Turismo cipriota estimam que a ilha mediterrânica possa registar este ano uma queda de 60% no fluxo de turistas, perspetiva que consideram “conservadora”.

O diretor da Associação dos Hoteleiros cipriotas, Haris Loizides, em declarações à estação de televisão privada SIGMA, salientou hoje que, graças aos “grandes esforços” feitos no país para limitar a propagação do novo coronavírus, Chipre está “bem alto” na lista de destinos que outros países e companhias aéreas veem como uma “escolha popular” para as férias do verão.

No entanto, acrescentou, o ambiente de negócios em Chipre permanece “incerto”, uma vez que os dois principais mercados, Reino Unidos e Rússia, ainda estão a debater-se com um grande número de novos casos de covid-19.

No entanto, as autoridades cipriotas esperam trazer turistas de novos mercados, sobretudo do Golfo Pérsico e do Médio Oriente, onde o número de casos é comparativamente inferior ao da Europa.

Loizides garantiu, por outro lado, que as regras de distanciamento social e de higiene estarão em vigor em todos os hotéis assim que for autorizada a sua reabertura.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 282 mil mortos e infetou mais de 4,1 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Mais de 1,3 milhões de doentes foram considerados curados.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.