Um recorde foi ontem atingido no Reino Unido: o "do maior número de avisos de inundação já registados em Inglaterra até hoje", disse um diretor da Agência Ambiental (EA) no Twitter, tendo contabilizado 594 alertas numa área do sul da Escócia até a Cornualha, no sudoeste da Inglaterra.

Para o sul do País de Gales, o Instituto Meteorológico Britânico (MET) emitiu um alerta vermelho devido às fortes chuvas ligadas à tempestade Dennis.

Este nível de alerta é equivalente a "condições climáticas perigosas com risco de morte", risco de interrupções no fornecimento de energia e danos às infraestruturas.

Inúmeras casas foram evacuadas na região."Pedimos às pessoas que tomem cuidado e tomem providências", disse Jeremy Parr, responsável pela gestão de risco da agência governamental galesa responsável pelos recursos naturais.

Centenas de voos foram cancelados, anunciaram também as companhias British Airways e EasyJet.

O tráfego de comboios também foi suspenso no sul do País de Gales devido à presença de água nos trilhos. Na mesma região, a cidade de Aberdaron registou ventos de mais de 145 km/h e, na barragem de Cray Reservoir, 132,8 mm de chuva caíram entre a manhã de sábado e a manhã de domingo. O equivalente a mais de um mês de precipitação local (110,8 mm em média em fevereiro), explicou o MET no seu site.

Dois corpos foram recuperados no início da manhã de sábado, na costa sul da Inglaterra, num mar agitado, no início da tempestade. Ainda não está claro se as circunstâncias em que essas mortes ocorreram estão relacionadas com a tempestade Dennis.

A polícia de Brighton disse que procura uma mulher de 20 anos que foi vista a entrar na água por volta das 2h45 da madrugada.

No sábado, o ministério da Defesa enviou o exército para West Yorkshire, uma área no norte da Inglaterra atingida em força no fim de semana anterior pelas inundações causadas pela tempestade Ciara.

Várias competições desportivas agendadas, incluindo o Campeonato de Inglaterra de futebol feminino, partidas de raguebi e corridas de cavalos, foram canceladas.

"A tempestade deve continuar e , declarou a Cruz Vermelha britânica, pedindo "que as pessoas estejam prontas como se o pior fosse acontecer".

Dennis também atingiu a França, onde cerca de 18.500 famílias estavam sem eletricidade na Bretanha. Quatro departamentos bretões e dois normandos foram colocados em alerta.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.