“Queremos agradecer a Kim Jong-un [líder do regime norte-coreano]”, afirmou o presidente norte-americano, Donald Trump, na base aérea Andrews.

O Boeing C-40, equipado com instalações médicas chegou à base por volta da 02:42 (locais, 06:40 em Lisboa), transportava Kim Dong Chul, Kim Hak Song e Tony Kim.

Os três coreano-norte-americanos regressam aos Estados Unidos após mais de um ano de prisão na Coreia do Norte. Serão agora transportados para o Centro Médico Militar Nacional Walter Reed para avaliação e tratamento médico.

Mike Pompeo deslocou-se à Coreia do Norte, na quarta-feira, para discutir as modalidades da cimeira entre Donald Trump e Kim Jong-un, que deve ocorrer dentro de algumas semanas, e garantir a libertação dos três norte-americanos detidos na Coreia do Norte.

Kim declarou que tinha dado uma “amnistia” aos três homens, “detidos na Coreia do Norte pelas suas atividades” contra o país, segundo a KCNA.

Este desenvolvimento é considerado um sucesso diplomático para Washington e levanta o último obstáculo relevante à cimeira entre Trump e Kim.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.