A acusação foi divulgada num comunicado na página de Internet da Procuradoria da República da Comarca de Beja, publicado na quinta-feira e consultado hoje pela agência Lusa.

A quatro das cinco pessoas acusadas, o Ministério Público (MP) imputou a prática em coautoria material de 18 crimes de auxílio à imigração ilegal.

Ao outro arguido “foi imputada a prática de seis crimes de auxílio à imigração ilegal e ainda de dois crimes de suborno”, pode ler-se no comunicado.

O MP pede ainda aos arguidos o “pagamento de uma compensação económica às vítimas, todas de nacionalidade estrangeira, a fixar por critérios de justa ponderação” pelo tribunal coletivo.

Os cinco arguidos encontram-se em liberdade provisória “a aguardar os ulteriores termos do processo”, acrescentou o comunicado.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.