A decisão foi votada por unanimidade, em Berlim, na Alemanha, durante a assembleia-geral da M8 Alliance, organizadora da Cimeira Mundial de Saúde.

"O evento de Coimbra será dedicado ao tema da Medicina de Fronteira, analisando diversas vertentes da prestação de cuidados de saúde em condições adversas, quer por se tratar de zonas subdesenvolvidas, quer por haver situações de guerra e pós-guerra, fluxos de refugiados, alterações climáticas e pandemias", anunciou o consórcio português em comunicado enviado à agência Lusa.

De acordo com a nota, são esperados na conferência intercalar de abril de 2018 cerca de 700 especialistas provenientes de todo o mundo, da Europa à Ásia, passando pela África, Médio Oriente, América do Norte, Central e do Sul, que se vão reunir no Convento São Francisco.

A conferência intercalar decorre na primavera, em diversas partes do mundo, em alternância semestral com a Cimeira, que se realiza anualmente, em outubro, na cidade alemã de Berlim.

Em Coimbra, vai realizar-se a 20 e 21 de abril.

Para além da Universidade de Coimbra (UC) e do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), que integram o Centro Académico e Clínico de Coimbra CHUC/UC, esta cimeira conta já com o apoio expresso do Ministério da Saúde, da Câmara Municipal de Coimbra e da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro.

Os quatro temas centrais que serão tratados são a gestão de doenças infecciosas em países em desenvolvimento, oportunidades e desafios na translação da inovação para os cuidados de saúde, governação para a equidade no acesso à saúde em países em desenvolvimento e avanços na educação médica e para a saúde.

Em 2013, a conferência da primavera realizou-se em Singapura, em 2014 em S. Paulo, em 2015 em Quioto, em 2016 em Genebra e no próximo ano será em Montreal.

Portugal, representado pelo consórcio CHUC/UC, foi admitido a 11 de outubro de 2015 na Aliança M8, que tem como missão principal a melhoria da saúde a nível global, contando com 23 membros de 16 países diferentes.

A Assembleia Geral da Aliança M8 realizou-se no sábado em Berlim, e até terça-feira decorre a Cimeira Mundial de Saúde, também nesta cidade alemã, com a presença do Governo português, representado pelo secretário de Estado da Saúde, Manuel Delgado, do consórcio CHUC/UC e da Academia Portuguesa de Medicina.

A presença do consórcio Universidade de Coimbra e Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra na Aliança M8 – o G8 da Saúde – é um motivo de orgulho e uma honra para o Governo português, disse na sexta-feira o secretário de Estado da Saúde.

Em declarações à agência Lusa a propósito da Assembleia Geral da Aliança M8, que decorreu no sábado em Berlim, e da Cimeira Mundial de Saúde, também nesta cidade alemã até terça-feira, Manuel Delgado disse ser um “privilégio” a presença de Portugal nestes dois encontros e elogiou os profissionais, os hospitais e as academias portuguesas.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.