"A Direção-Geral da Saúde (DGS) informa que foram confirmados três casos positivos de COVID-19 na sua sede, até ao momento, ficando dez trabalhadores em isolamento profilático", informou o organismo em nota enviada às redações.

O mesmo comunicado sublinha que a Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, "mantém sintomas ligeiros".

Os resultados "surgem no âmbito da investigação epidemiológica, que está em curso, em articulação com a Autoridade de Saúde, tal como estipulam as normas vigentes, apenas se aplicando teste quando for considerado relevante".

Na sequência da mesma, o secretário de Estado e Adjunto da Saúde, António Lacerda Sales, e a ministra da Saúde, Marta Temido, também foram testados, tendo ambos obtido resultado negativos à infeção pelo novo coronavírus.

A DGS garante ainda que a sua operacionalidade será mantida neste período crítico da pandemia através dos seus subdiretores-gerais, dos seus dirigentes e trabalhadores. A mesma nota acrescenta ainda que "grande parte da equipa encontrava-se em teletrabalho, aspeto que permite garantir a substituição dos trabalhadores que ficarão em isolamento ou isolamento profilático".

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.