Só esta terça-feira, um total de 5000 famílias tiveram de fugir de várias partes da cidade de Tripoli na sequência dos novos confrontos, que começaram a 26 de agosto.

O ministro da Saúde revelou que duas pessoas foram mortas no domingo e na segunda-feira, aumentando assim o número de vítimas mortais destes confrontos para 117, 404 foram feridas e 20 fugiram.

A Líbia entrou num caos após 2011 depois da rebelião e das mudanças de poder que conduziram mais tarde à morte de Muammar Kadhafi.

O país é frequentemente alvo de confrontos entre autoridades rivais em Tripoli e no este do país, suportados por milícias.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.