Segundo números divulgados hoje pelo Ministério da Saúde, os últimos contágios levam para 4.100.222 o número de infetados desde o início da pandemia, havendo agora um total de 81.096 óbitos com a doença.

O nível relativo de contágios teve uma subida de 36 unidades, tendo a incidência acumulada passado dos 501 casos (quinta-feira) para 537 (hoje) diagnosticados por cada 100.000 habitantes nas últimas duas semanas.

As comunidades autónomas espanholas com os níveis mais elevados são as da Catalunha (1.160), Castela e Leão (863), Navarra (864), Aragão (647), Astúrias (também 592) e Cantábria (567).

Entre os jovens de 20 a 29 anos a incidência acumulada desceu hoje para 996 pessoas infetadas por cada 100.000 habitantes, nos últimos 14 dias, em relação aos 1.581 do dia anterior.

O segundo grupo mais atingido é o dos jovens de idades entre 12 e 19 anos, faixa etária em que se registam 838 casos por cada 100.000 pessoas nos últimos 14 dias (1.312).

Nas últimas 24 horas, deram entrada nos hospitais de todo o país 984 pessoas com a doença, havendo 5.056 pessoas hospitalizadas, o que corresponde a 4,22% das camas, das quais 872 pacientes estão em unidades de cuidados intensivos, 9,59% das camas desses serviços.

De acordo com os dados oficiais, há 23,4 milhões de pessoas completamente vacinadas contra a covid-19 (49,3% da população total), e 29,0 milhões têm pelo menos uma das doses (61,2%), em cerca de 47,4 milhões de habitantes que tem o país.

A justiça espanhola deu hoje luz verde para o levantamento de um recolher obrigatório a partir deste fim de semana e durante pelo menos uma semana em várias grandes cidades da Catalunha (nordeste de Espanha junto ao Mediterrâneo), incluindo a muito turística Barcelona, numa altura em que o número de casos de infeções por Covid-19 é o maior do país.

O Tribunal Superior de Justiça da Catalunha anunciou que tinha aprovado a implementação de um recolher obrigatório “entre a 01:00 e as 06:00 da manhã até 23 de julho em cidades com mais de 5.000 habitantes, onde a incidência é superior a 400 casos por 100.000 habitantes durante os últimos sete dias”.

Na vizinha Comunidade Valenciana (oeste, junto ao Mediterrâneo), a justiça já tinha autorizado na última segunda-feira a introdução de um recolher obrigatório entre a 01:00 e as 06:00 em 32 cidades, incluindo Valência, e a limitação das reuniões a um máximo de 10 pessoas em toda a região.

A região de Navarra (nordeste) e Cantábria (norte) tencionam também apresentar o mesmo pedido na próxima segunda-feira ao Tribunal Superior de Justiça desta região do país.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 4.070.508 mortos em todo o mundo, entre mais de 188,8 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil e Peru.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.