Trata-se de um homem, de 33 anos, que testou positivo pela primeira vez há quase cinco meses. Ou seja, o indivíduo foi dado como curado e voltou a testar positivo para a covid-19.

Da primeira vez, o doente teve apenas sintomas ligeiros; da segunda, não teve qualquer sintoma.

A reinfeção foi detetada quando o homem ("aparentemente saudável") regressou de uma viagem a Espanha, de de acordo com o The New York Times.

"Os nosso resultados provam que a segunda infeção é causada por um novo vírus que adquiriu recentemente", revelou um microbiologista ligado ao grupo de investigadores da Universidade de Hong Kong.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.