Segundo fonte do Comando Territorial da GNR da Guarda, o homem foi detido por militares do Posto Territorial de Aguiar da Beira, pelas 13:40, por incumprimento das normas estabelecidas no estado de emergência.

A fonte adiantou à agência Lusa que o restaurante "estava a servir refeições", mesmo depois de o proprietário ter sido notificado pelas autoridades policiais de que só podia confecionar refeições para ‘take-away' ou entrega ao domicílio.

O homem foi detido pela GNR e depois libertado, e o expediente vai ser remetido para o Tribunal Judicial de Trancoso.

A GNR adianta tratar-se do primeiro caso de desobediência, por este tipo de situação, que é registado no distrito da Guarda desde a entrada em vigor do estado de emergência nacional devido à pandemia covid-19.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,4 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 82 mil.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 380 mortes, mais 35 do que na véspera (+10,1%), e 13.141 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 699 em relação a terça-feira (+5,6%).

Dos infetados, 1.211 estão internados, 245 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 196 doentes que já recuperaram.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.