Joaquim Pinto Gonçalves, diretor do Agrupamento de Escolas Padre Vítor Melícias, a que pertence a EB1 de Campelos, explicou à agência Lusa que o estabelecimento está encerrado desde o início da semana e até à próxima quarta-feira.

"Dois assistentes operacionais, contagiados fora da escola, testaram positivo [à Covid-19] e temos os outros sete de quarentena por precaução", afirmou, justificando que, "sem assistentes operacionais, não há condições para a escola funcionar e as turmas foram mandadas para casa".

A EB1 de Campelos tem mais de duas centenas de alunos do pré-escolar (três turmas) e do primeiro ciclo do ensino básico (oito turmas).

Os alunos estão a ter aulas à distância, através dos meios informáticos, enquanto a escola não reabrir.

O presidente da Câmara de Torres Vedras, Carlos Bernardes, disse hoje à Lusa que a EB1 de Campelos é a única escola encerrada no concelho devido à Covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico divulgado pelo município.

Desde o início da pandemia, Torres Vedras, no distrito de Lisboa, contabiliza 624 casos confirmados, dos quais 103 estão ativos, 504 recuperaram e 17 morreram.

As autoridades de saúde mantêm 418 contactos sob vigilância e outros 98 a aguardar resultado ao teste de diagnostico à Covid-19.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.