Segundo revelou à Lusa fonte do clube com sede na Feira, no distrito de Aveiro, em causa estão “largas centenas” de materiais de proteção individual que ajudam a atenuar o risco de contágio pela Covid-19, como “luvas, toucas e cobre-sapatos, assim como gel desinfetante para mãos e para superfícies”.

A administração do clube quis assim assumir a sua responsabilidade social “num momento tão delicado” em que os profissionais de saúde do Centro Hospitalar do Entre Douro e Vouga têm trabalhado intensamente para servir uma comunidade na ordem dos 350.000 utentes.

Procurando com essa iniciativa estender uma homenagem também aos profissionais do resto do país, o presidente da SAD do clube, Kunle Soname, recorda que o Feirense vem insistindo em divulgar nos seus meios de comunicação oficiais as medidas de prevenção contra a pandemia aconselhadas pela Direção-Geral da Saúde.

Nesse sentido, realça: “Os nossos jogadores, equipa técnica e staff estão em casa e esse é um apelo que também fazemos aos nossos associados e adeptos. Só juntos venceremos esta batalha. O donativo ao Hospital São Sebastião [na Feira] foi outra forma que encontrámos de ajudar todos aqueles que estão a combater esta terrível epidemia”.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia de Covid-19, foi detetado em dezembro na China e infetou já mais de 265.000 pessoas em todo o mundo, das quais mais de 11.100 morreram. Entre os doentes, mais de 90.500 recuperaram.

Entretanto, o surto espalhou-se já por 182 países e territórios, sendo o continente europeu aquele onde está a surgir atualmente o maior número de casos, com a Itália a ser o país com mais vítimas mortais em todo o mundo: 4.032 óbitos em diagnósticos confirmados.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde elevou hoje o número de casos de infeção para 1.280, mais 260 do que na sexta-feira. O número de mortos também subiu para 12.

Dada a evolução da pandemia, na terça-feira o Governo declarou o estado de calamidade pública no concelho de Ovar e, desde as 00:00 de quinta, todo o país se encontra em estado de emergência, o que vigorará até às 23:59 do dia 02 de abril.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.