O primeiro caso foi detetado na segunda-feira após “um resultado positivo de um doente que se encontrava internado e que anteriormente tinha testado negativo”, disse à agência Lusa a presidente do Conselho de Administração (CA) do CHO, Elsa Baião.

Foram testados 11 doentes e 60 profissionais do serviço em causa, no Hospital das Caldas da Rainha, no distrito de Leiria, tendo sido confirmados resultados positivos em quatro doentes e três funcionários.

“Os doentes foram transferidos para a área de internamento covid do hospital e os profissionais infetados estão em isolamento profilático”, afirmou Elsa Baião, admitindo a expectativa de que “uma vez que já são conhecidos os resultados de todos os testes o surto possa estar controlado”.

Em comunicado, o CHO assegurou que “foram cumpridas todas as normas determinadas pela Autoridade de Saúde e que está a decorrer a desinfeção do Serviço, de forma a que o hospital continue a ser um local seguro para a prestação de cuidados”.

Todos os serviços do CHO “estão assegurados e estão já a funcionar na normalidade”, lê-se na mesma nota, na qual a instituição apela aos utentes para que “continuem a deslocar-se ao hospital, sempre que a sua situação clínica o exija, seja para atos programados, seja em regime de urgência”.

Desde o início da pandemia, em março passado, o CHO já contratou 148 novos profissionais “para fazer face ao acréscimo de atividade imposto pelo diagnóstico e tratamento da pandemia” e, segundo o CA, “continua a desenvolver todos os esforços para contratar mais profissionais, o que irá permitir aumentar a capacidade de resposta dos serviços de saúde e garantir uma prestação de cuidados adequada às necessidades da população”.

No comunicado, o CHO manifesta ainda “profundo agradecimento a todos os profissionais da instituição, dos serviços de prestação de cuidados ou dos serviços de suporte”, que considera estar “exemplarmente” a desempenhar as respetivas funções “neste período exigente e complexo, tantas vezes com sacrifício pessoal”.

O Centro Hospitalar do Oeste integra os hospitais das Caldas da Rainha, Torres Vedras e Peniche, tendo uma área de influência constituída pelas populações daqueles três concelhos e dos de Óbidos, Bombarral, Cadaval, Lourinhã e de parte dos concelhos de Alcobaça e de Mafra. No total serve perto de 300 mil utentes.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.