Esta é a primeira vez em 34 dias que o número de óbitos diários é inferior a três mil, enquanto o número de infeções em 24 horas é o mais baixo dos últimos 54 dias, indicaram.

Desde o início da pandemia da covid-19, a Índia contabilizou mais de 331 mil mortos e 28,1 milhões de casos da doença, de acordo com os últimos dados publicados pelo Ministério da Saúde indiano.

A Índia é o segundo país do mundo com mais casos acumulados desde o início da pandemia da covid-19, depois dos Estados Unidos, e o terceiro em número de óbitos, a seguir aos Estados Unidos e ao Brasil.

A vacinação é vista como o melhor recurso contra a pandemia, e a Índia já administrou 213 milhões de doses, um número ainda insuficiente para 1.350 milhões de habitantes.

A devastadora segunda vaga sofrida pela Índia, especialmente entre abril e maio, agravou os efeitos económicos da pandemia no país.

O Instituto Central de Estatísticas (CSO) indiano avançou, na segunda-feira, que o Produto Interno Bruto (PIB) indiano vai cair 7,3% no ano fiscal 2020-2021, terminado em março, uma descida originada por um confinamento rigoroso.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.543.125 mortos no mundo, resultantes de mais de 170,2 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 17.025 pessoas dos 849.093 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.