Segundo o relatório sobre a curva epidémica do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) hoje divulgado, em sentido contrário estão quatro regiões com um valor médio do Rt igual ou superior a 1, caso do Norte (1,00), do Centro (1,10), do Alentejo (1,02) e da Madeira (1,08).

Lisboa e Vale do Tejo apresenta agora um Rt - que estima o número de casos secundários de covid-19 resultantes de uma pessoa infetada – de 0,94 e o Algarve de 0,95, mas é nos Açores que se regista o valor mais baixo, com 0,84.

No que se refere à incidência de novos casos por 100 mil habitantes a 14 dias, o Algarve destaca-se com uma taxa acumulada superior a 480 casos, estando as regiões Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo e Alentejo no patamar intermédio entre 240 e 479,9 casos de infeção.

Em melhor situação neste indicador estão as regiões autónomas dos Açores e da Madeira, que registam uma incidência acumulada a 14 dias entre 120 e 239,9 casos por 100 mil habitantes, refere o relatório.

Segundo os dados do INSA, Portugal apresentou um Rt médio nacional de 0,99 entre 18 e 22 de agosto, com uma média de 2.175 novos casos por dia, um acréscimo ligeiro face às 2.156 infeções diárias da semana anterior.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.