O relatório epidemiológico indica que os 37 doentes “permanecem em isolamento no domicílio ou em unidade hoteleira indicada”, não apresentando a região autónoma novos casos de infeção pelo quinto dia consecutivo.

O boletim do Instituto da Administração de Saúde da Madeira (IASAÚDE) é agora distribuído diariamente, por comunicado, realizando a Secretaria Regional da Saúde uma videoconferência de imprensa apenas uma vez por semana, às sextas-feiras.

O documento refere que “287 pessoas estão a ser acompanhadas pelas autoridades de saúde dos vários concelhos da região”, adiantando que “240 estão sob vigilância e 47 em auto vigilância”.

“Até à data, foram notificados 1.485 casos suspeitos” no arquipélago, tendo sido “excluídos 1.395”.

Sobre os testes de despiste realizados, o IASAÚDE informa que domingo o laboratório do Hospital Dr. Nélio Mendonça, no Funchal, efetuou 74 análises a doentes internados ou sujeitos a procedimento de diagnóstico ou terapêutica.

Destes, “62 tiveram resultados negativos e 12 aguardam resultado definitivo”, menciona, complementando que, “neste grupo, as amostras processadas totalizam 1.447”.

Também foram realizadas 152 colheitas de amostras em lares de terceira idade, sendo que apenas uma aguarda resultado definitivo, sendo que as restantes deram negativo.

“Nas Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas (ERPI), as amostras processadas ascendem a 1.571” até este momento, indica.

Sobre o total dos testes realizados na Região Autónoma da Madeira, o IASAÚDE aponta 5.965, abrangendo 5.314 utentes.

Esta autoridade realça que a Madeira continua a ser uma região sem registo de mortes devido ao novo coronavírus.

Dos 90 casos registados na região, 41 foram importados e 49 de transmissão local.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 282 mil mortos e infetou mais de 4,1 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Mais de 1,3 milhões de doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 1.144 pessoas das 27.679 confirmadas como infetadas, e há 2.549 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.