Resumo do boletim epidemiológico (últimas 24 horas):

  • Novos casos: + 1.565
  • A área de Lisboa e Vale do Tejo, com 572 novos casos e a região Norte, com 495, têm 68,1% do total das novas infeções
  • Óbitos: 14
  • As mortes ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo (6), na região Norte (3), na região Centro (2) e no Algarve (3)
  • Relativamente às idades das vítimas, cinco tinham mais de 80 anos, duas entre os 70 e os 79, quatro entre os 60 e os 69 e três entre os 50 e os 59 anos
  • Recuperados: + 2.365
  • Internados: 681 (+4)
  • Internados em UCI: 131 (-5)
  • Casos ativos: 43.273 (- 814)

Como está Portugal no Semáforo do desconfinamento?

créditos: DGS

nível nacional, Portugal está com uma incidência a 14 dias de 303,5 casos por 100 mil habitantes e um índice de transmissibilidade R(t) de 0,98.

No continente, a incidência está nos 310,2 casos de infeção e o índice de transmissibilidade R(t) é também de 0,99.

* Dados atualizados a 1/09/2021 (a matriz de risco é atualizada todas as segundas, quartas e sextas pela DGS).

Quais os concelhos com números mais preocupantes (com mais de 480 casos por 100 mil habitantes acumulados a 14 dias)?

  • Albufeira (1047)
  • Alcanena (536)
  • Amares (619)
  • Arouca (747)
  • Beja (1002)
  • Boticas (1441)
  • Campo Maior (501)
  • Chaves (526)
  • Covilhã (532)
  • Cuba (594)
  • Esposende (618)
  • Faro (664)
  • Fronteira (818)
  • Lagoa (585)
  • Lagos (1364)
  • Loulé (793)
  • Marvão (1838)
  • Montalegre (642)
  • Moura (742)
  • Mourão (1397)
  • Portel (606)
  • Portimão (890)
  • Ribeira de Pena (1219)
  • Sabrosa (544)
  • São Brás de Alportel (569)
  • Sines (533)
  • Sousel. (578)
  • Vale de Cambra (481)
  • Vila do Bispo (913)
  • Vila Pouca de Aguiar (843)
  • Vila Verde (626)

A quantas anda o plano de vacinação?

Já foram administradas mais de 14 milhões de vacinas, sendo que este número divide-se da seguinte forma:

- 8.280.066 pessoas receberam apenas a primeira dose da vacina
- 5.794.207 pessoas receberam as duas doses da vacina, ou seja, estão imunizadas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.