Em comunicado, a autarquia adianta que dos cinco novos casos registados na comunidade, quatro já se encontravam em quarentena e tinham cadeias de transmissão conhecida.

Por outro lado, aumentou para sete o número de utentes do lar da Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva (FMIVPS) internados no Hospital do Espírito Santo (HSE), em Évora, mais dois do que no dia anterior, mantendo-se em cuidados intensivos uma utente e um elemento da equipa de funcionários da instituição.

Segundo a mesma nota, mantém-se o registo de 96 testes positivos no surto da FMIVPS, distribuídos por 22 funcionários e 74 utentes, entre os quais há a registar dois óbitos até sexta-feira.

Os números divulgados pela Câmara de Reguengos de Monsaraz verificam-se num universo de cerca de 1.000 testes realizados até sexta-feira, dos quais são conhecidos os resultados de aproximadamente 320.

Destes, a autarquia destaca a existência de apenas um caso positivo entre os trabalhadores da Câmara e Junta de Freguesia de Monsaraz, em 184 resultados já conhecidos.

Todas as crianças da creche adjacente ao lar da FMIVPS e também da creche da Santa Casa da Misericórdia de Reguengos de Monsaraz testaram negativo, destaca ainda o comunicado de hoje.

Os testes na comunidade, de acordo com as decisões da Autoridade de Saúde Pública local, continuam a decorrer na área dedicada à covid-19 instalada nos Pavilhões Multiusos do Parque de Feiras e Exposições de Reguengos de Monsaraz, estando planeados para hoje cerca de 140 novos testes.

Em Portugal, morreram 1.555 pessoas das 40.866 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.