Os 100 mil testes antigénio que a Câmara do Porto vai disponibilizar gratuitamente até 31 de dezembro aos cidadãos da cidade estarão disponíveis "dentro de dois ou três dias", revelou hoje Rui Moreira.

A declaração do presidente da autarquia ocorreu à margem na inauguração da iluminação de Natal, que decorreu no Palácio de Cristal.

Segundo o independente Rui Moreira, os 100 mil testes “irão ser colocados em zonas cruciais da cidade de forma a que as pessoas possam fazer testes gratuitos (…), contribuindo assim para que as atividades económicas, nomeadamente bares, discotecas e também o futebol, possam funcionar com a normalidade possível”.

“Julgo que dentro de dois ou três dias estarão prontos”, afirmou o autarca sobre este investimento da câmara de “um milhão de euros”, conforme relata o documento a que a Lusa teve acesso ao início da tarde.

Rui Moreira acrescentou decorrerem “contactos com os laboratórios que fazem este tipo de serviço e também com a Cruz Vermelha” a fim de ser montada “uma operação logística de grande envergadura”, bem como perceber “quantos centros” de testagem será necessário criar.

O autarca lembrou que se trata de “testes antigénio que permitirão que as pessoas, nas 48 horas seguintes, possam circular livremente e ir àqueles sítios onde está a ser exigido. E isso inclui, naturalmente, os turistas”.

“Tive o cuidado de falar hoje com a senhora ministra [da Saúde, Marta Temido] que ficou muito satisfeita com a solução que encontrámos”, revelou.

Também a Câmara de Lisboa anunciou esta quarta-feira que irá abrir quatro centros de testagem à covid-19 perto dos locais de animação noturna, no Cais do Sodré, Largo de Camões, Príncipe Real e Santos, a funcionar entre quinta-feira e domingo, anunciou a AHRESP.

“Congratulamos a Câmara de Lisboa, que acedeu a disponibilizar centros de testagem perto dos habituais locais de animação noturna. Serão disponibilizados quatro centros de testagem, de quinta a domingo, das 20:00 às 02:00 nos seguintes locais: Cais do Sodré, Largo de Camões, Príncipe Real e Santos”, lê-se numa nota enviada à Lusa.

Conforme ressalvou a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP), o centro do Cais do Sodré já está em funcionamento e os restantes iniciam a sua atividade até ao final da semana.

A AHRESP tem estado em contacto com as autarquias para que sejam tomadas medidas que facilitem o acesso aos espaços de animação noturna.

O primeiro-ministro anunciou na quinta-feira que a entrada nos espaços de diversão noturna vai estar sujeita à apresentação de teste negativo à covid-19, mesmo para vacinados, a partir de 1 de dezembro, estando discotecas e bares encerrados entre 2 e 9 janeiro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.