Segundo uma nota da DGS, além da dose de reforço, foram hoje vacinadas contra a gripe quase 36 mil pessoas. No total, foram administradas aproximadamente 126 mil doses.

“Desde o início da campanha de vacinação em curso, e até às 20:00 de hoje, estima-se que tenham sido inoculados cerca de 1,1 milhões de utentes com a dose de reforço e mais de 1,8 milhões com a vacina contra a gripe”, refere a mesma nota.

A DGS justifica este resultado com a “aceleração da vacinação diária dos centros de vacinação, incluindo ao fim-de-semana”.

No domingo, os Centros de Vacinação do país estarão novamente abertos para vacinar pessoas convocadas através de agendamento central e local, na sua capacidade máxima.

A DGS insiste que a vacinação é a melhor forma de evitar doença grave e a morte, apelando para que as pessoas que ainda não estão vacinadas efetuem o agendamento em https://covid19.min-saude.pt/pedido-de-agendamento.

O organismo liderado por Graça Freitas apela igualmente à compreensão dos utentes face a eventuais constrangimentos pontuais que possam ocorrer, decorrentes desta aceleração da vacinação que poderá causar grande afluência.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.405 pessoas e foram contabilizados 1.139.810 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

Uma nova variante, a Ómicron, foi recentemente detetada na África do Sul e, segundo a Organização Mundial da Saúde, o “elevado número de mutações” pode implicar uma maior infecciosidade.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.