Em comunicado, o Agrupamento de Escolas Pioneiras da Aviação Portuguesa, no qual pertence a Escola Básica 2/3 Roque Gameiro e Escola Secundária da Amadora, refere que uma professora esteve de férias em Milão, Itália, na semana passada, e regressou à escola para dar aulas no fim da semana passada.

Segundo o agrupamento, na passada segunda-feira já não compareceu na escola e na quarta-feira foi-lhe diagnosticado o Covid-19.

“Face a esta situação, foi determinado pela autoridade de saúde da Amadora que as cinco turmas da Escola Básica 2/3 Roque Gameiro e uma turma da Escola Secundária da Amadora que tiveram aulas com esta professora vão ficar em isolamento social até ao dia 13 de março, inclusive, nas suas residências, não podendo portanto vir à escola”, refere o comunicado.

O agrupamento destas escolas indica também que os professores e assistentes operacionais que estiveram em contacto com esta professora ficaram em situação de isolamento.

A escola sublinha que, “embora os jovens deste grupo etário não tenham grande suscetibilidade para ficarem doentes com esta situação”, é pedido que se tenha atenção ao “aparecimento de sintomas, como "febre ou tosse ou dores de garganta”.

Segundo a escola, diariamente as famílias destes alunos vão ser contactadas para verificar a evolução da situação clínica.

“Pode a restante comunidade escolar estar tranquila, dado não ter existido qualquer contacto com esta professora por parte de outros alunos", refere ainda a nota.

A diretora-geral da Saúde disse esta quinta-feira à RTP  “ontem à noite o delegado de saúde contactou os familiares da doente (…) que contactou a escola”. Sendo que logo “esta manhã os delegados de saúde estavam na escola para fazer, juntamente com a escola e com a comunidade educativa, a avaliação do risco”.

“E chegaram à conclusão que em cinco daquelas turmas os alunos tinham tido contactado a professora. Avaliado o risco tomaram uma medida proporcional a esse risco. E tomaram a decisão de encerrar aquelas cinco turmas onde a professora tinha estado a dar aulas”, explicou Graça Freitas.

Umas horas depois, o agrupamento confirmou que mais uma turma tinha estado em contacto com a professora.

Trata-se da primeira pessoa do sexo feminino infetada em Portugal, tendo o caso sido confirmado pela DGS no boletim desta quarta-feira. A TSF está a adiantar que a docente em causa dá aulas de Físico-Química naquela escola da Amadora.

A Escola Básica Roque Gameiro faz parte do Agrupamento de Escolas Pioneiros da Aviação Portuguesa e tem turmas dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico.

Para além dos nove casos confirmados, no boletim divulgado ao final desta quarta-feira, com a situação epidemiológica em Portugal, a DGS informava que já foram registados 117 casos suspeitos, estando 81 contactos em vigilância pelas autoridades de saúde.

Para além dos casos em Portugal, recorde-se que um tripulante português de um navio de cruzeiros está hospitalizado no Japão com confirmação de infeção. Antes, Adriano Maranhão, outro dos portugueses infetados no Japão com o novo coronavírus, teve alta hospitalar a 1 de março.

Em Portugal, quem suspeitar estar infetado ou tiver sintomas — que incluem febre, dores no corpo e cansaço — deve contactar a linha SNS24 através do número 808 24 24 24 para ser direcionado pelos profissionais de saúdeNão se dirija aos serviços de urgência, pede a Direção-Geral da Saúde.

Entre as recomendações de saúde para evitar infeções está: Lavagem frequente das mãos com detergente, sabão ou soluções à base de álcool; Ao tossir ou espirrar, fazê-lo não para as mãos, mas para o cotovelo ou para um lenço descartável que deve ser deitado fora de imediato; Evitar contacto próximo com quem tem febre ou tosse; Evitar contacto direito com animais vivos em mercados de áreas afetadas por surtos; Deve ser evitado o consumo de produtos de animais crus, sobretudo carne e ovos; Caso se dirija a uma unidade de saúde com suspeitas de infeção ou sintomas deve informar de imediato o segurança ou o administrativo.

De referir que a Direção-Geral da Saúde lançou um microsite sobre o novo coronavírus (SARS-CoV-2, responsável pela doença  Covid-19), onde os portugueses podem acompanhar a evolução da infeção em Portugal e no mundo e esclarecer dúvidas sobre a doença.

O surto de Covid-19, detetado em dezembro, na China, e que pode causar infeções respiratórias como pneumonia, provocou cerca de 3.200 mortos e infetou mais de 95 mil pessoas em 78 países.

A Itália, o país mais afetado na Europa, anunciou na quarta-feira o encerramento de todas as escolas e universidades até 15 de março, como medida de precaução face à epidemia, que no país já matou mais de 100 pessoas. A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o surto de Covid-19 como uma emergência de saúde pública internacional e aumentou o risco para “muito elevado”.

*Notícia atualizada às 16h02

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.