“Já regressaram ao serviço 267 pessoas após indicação das autoridades de saúde”, afirmou a Polícia de Segurança Pública, em comunicado, dando conta da monitorização ao pessoal com funções policiais e não policiais.

A PSP destacou também que mantém a distribuição permanente de Equipamento de Proteção Individual (EPI), nomeadamente, viseiras, óculos, máscaras, luvas descartáveis, doseadores, pulverizadores e solução antissética para desinfeção de mãos, além da prática diária de desinfeção dos locais de trabalho e viaturas.

“Continuamos a contar com o permanente apoio do Hospital da Cruz Vermelha Portuguesa e do INEM na realização de testes à covid-19 ao pessoal com funções na PSP, suporte que se tem revelado de enorme relevo para garantir a manutenção da capacidade operacional”, lê-se no documento de atualização da situação relativa à pandemia.

De acordo com a mesma fonte, neste momento não se verificam “constrangimentos operacionais”, decorrendo normalmente toda a atividade da PSP.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e noventa e nove mil mortos e quase 39 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.149 pessoas em 95.902 casos de infeção confirmados, segundo o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.