Os novos casos de infeção contabilizados no sábado seguem-se a uma sequência de subidas, traduzidas em 168 infeções no dia anterior e em mais 93 casos na quinta-feira.

Os 260 casos de covid-19 confirmados no sábado correspondem ao número mais alto desde 08 de abril e coincidem com um fim de semana em que o número de testes realizado foi mais baixo.

O aumento de infeções acontece numa altura em que o desconfinamento está a ser gradualmente levantado no país e foram aliviadas algumas medidas de restrição.

A República Checa registou até agora 11.306 casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus e 347 óbitos, segundo indicam os dados do Ministério da Saúde checo, hoje divulgados.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 495 mil mortos e infetou mais de 9,87 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos (125.039) e mais casos de infeção confirmados (mais de 2,5 milhões).

Seguem-se o Brasil (57.070 mortes, mais de 1,3 milhões de casos), Reino Unido (43.514 mortos, mais de 310 mil casos), a Itália (34.716 mortos e mais de 240 mil casos), a França (29.778 mortos, mais de 199 mil casos) e a Espanha (28.341 mortos, mais de 248 mil casos).

A Rússia, que contabiliza 9.073 mortos, é o terceiro país do mundo em número de infetados, depois dos EUA e do Brasil, com mais de 634 mil, seguindo-se a Índia, com mais de 500 mil casos e 15.685 mortos.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.