As três vítimas mortais mais recentes são duas idosas que morreram no hospital de Beja e um idoso que morreu na Zona de Concentração e Apoio à População (ZCAP) daquela vila do distrito de Beja, precisou José Alberto Rosa, provedor da Santa Casa da Misericórdia de Mértola (SCMM).

Devido ao surto no lar, já foram infetadas 101 pessoas com o vírus que provoca a doença covid-19, nomeadamente 65 utentes - 16 dos quais morreram - e 36 funcionárias, precisou.

Atualmente, há 49 utentes infetados, sendo que quatro estão internados no hospital de Beja e os restantes alojados na ZCAP de Mértola, criada no Pavilhão Desportivo Municipal da vila, referiu.

De acordo com o provedor, para assegurar a prestação dos cuidados aos utentes, a equipa de funcionários do lar já foi reforçada com o apoio da Câmara de Mértola e da Segurança Social em articulação com a Cruz Vermelha Portuguesa.

O município contratou, a uma empresa de prestação de serviços, uma equipa de 10 trabalhadores especializados e a Segurança Social, em articulação com a Cruz Vermelha Portuguesa, destacou 15 trabalhadores de apoio para a prestação dos cuidados aos utentes do lar.

Segundo divulgou hoje a SCMM, na quarta-feira, profissionais do Centro de Saúde de Mértola e dois médicos do hospital de Beja avaliaram os utentes que estão na ZCAP.

E, desde hoje, o Centro de Saúde de Mértola está a disponibilizar enfermeiros para integrarem os turnos da tarde e da noite na ZCAP.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.884.187 mortos resultantes de mais de 87,1 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo o mais recente balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 7.377 pessoas dos 446.606 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.