Até ao momento já foram retirados mais de 320 passageiros, de acordo com os ‘media’ locais.

Os serviços de resgate norueguês relataram na sua conta no Twitter que há cinco helicópteros a participar na operação, bem como um número indeterminado de embarcações.

“O navio de cruzeiro Viking Sky enviou um sinal de socorro indicando problemas no motor numa situação de mau tempo. Enviámos vários helicópteros e barcos para a área”, disseram os serviços de resgate do condado de Møre em comunicado.

As autoridades norueguesas montaram um centro de apoio num pavilhão desportivo perto da costa para receber os passageiros que vão sendo resgatados.

O incidente ocorreu a cerca de 2,5 milhas náuticas da área de Møre og Romsdal (oeste da Noruega), uma região onde os naufrágios são frequentes.

As águas do litoral de Hustadvika são consideradas águas complexas para a navegação, uma vez que são frequentes ventos e correntes.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.