Csollány, que tinha recebido uma dose de uma das vacinas, apesar de, inicialmente, se ter manifestado contra, foi infetado em novembro do último ano, e já em dezembro foi hospitalizado em estado grave, com necessidade de ventilação mecânica.

Na carreira de ginasta, em que foi também campeão mundial, o ponto mais alto foi o ouro conquistado em Sydney, quatro anos depois de ter sido medalha de prata, também nas argolas, nos Jogos Olímpicos de Atlanta1996.

O presidente da MTSZ, o também campeão olímpico Zoltán Magiar, em 1976 e 1989 no cavalo com arções, assinalou que a morte de Csollány é “uma tremenda tragédia”, que deixa na ginástica um “enorme vazio”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.