Numa resposta escrita, o gabinete de comunicação da Câmara do Porto indicou que aquela avenida está cortada desde as 18:00 de quinta-feira, “não se prevendo o encerramento de mais nenhuma artéria”.

O distrito do Porto é um dos que está sob aviso vermelho devido à previsão de agitação marítima.

O mau tempo que está a fazer-se sentir em Portugal continental deve-se aos efeitos da depressão “Helena”, centrada a noroeste do golfo de Biscaia, Espanha.

Para hoje está previsto vento forte de noroeste, com rajadas até 75/85 km/h no litoral, que deverão atingir valores da ordem de 110 km/h a norte do cabo Mondego e nas terras altas do Minho e Douro litoral e da região Centro.

Quanto à agitação marítima, a previsão aponta para a costa ocidental ondas de 5 a 7 metros, e temporariamente a norte do cabo Raso, passando a 7 a 8 metros durante a tarde e início da noite, e com uma altura máxima que poderá atingir 15 metros.

Devido à passagem de uma massa de ar polar pós-frontal fria, prevê-se ocorrência de aguaceiros que poderão ser localmente intensos, de granizo e acompanhados de trovoada, e sob a forma de neve nas terras altas.

O IPMA prevê ainda uma descida da temperatura, o que associado ao vento forte aumentará o desconforto térmico.

Por causa do mau tempo, a Autoridade Marítima Nacional e a Marinha alertou para a possibilidade de cheias, formação de lençóis de água e gelo e quedas de árvore.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.