Segundo disse à Lusa o deputado comunista Paulo Sá, a audição de Mário Centeno foi pedida a propósito da denúncia do acordo de empresa pela administração do banco público, o que, “para o PCP, representa um ataque aos trabalhadores da Caixa e à contratação coletiva”.

Além disso, o PCP quer ouvir o governante que tem a tutela do banco sobre as opções políticas para a CGD.

Ainda não há data para a audição.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.