Devido a um deslizamento de terras a cerca de 200 metros das habitações do bairro, as autoridades retiraram por precaução cerca de 100 pessoas a partir das 01:00 de hoje, mas o comandante da Proteção Civil da Amadora, Luís Carvalho, disse à Lusa que os moradores começaram a regressar a partir das 11:30.

“Há condições para as pessoas voltarem”, assegurou Luís Carvalho, após uma avaliação realizada pelas equipas municipais esta manhã.

A retirada dos moradores do Casal de São Vicente, na freguesia de Mina de Água, levou a que duas pessoas passassem a noite no antigo mercado de Carenque, ponto municipal de resposta face à situação de mau tempo vivida na Grande Lisboa.

Por este espaço chegaram a passar mais quatro pessoas durante a noite, mas Luís Carvalho explicou que depois conseguiram encontrar elas próprias realojamentos.

O comandante municipal indicou à Lusa, ao início da tarde, que não existem vias intransitáveis no concelho e que a situação na estação de comboios da Amadora já foi normalizada, local que, durante a madrugada, chegou a ter água com um metro de altura.

Os distritos de Lisboa, Faro e Santarém estiveram até cerca das 02:30 de hoje em aviso vermelho, devido às previsões de chuva forte e trovoada, o mais grave de uma escala de três, é emitido sempre que existe uma situação meteorológica de risco extremo.

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) elevou o estado de alerta para laranja nos distritos de Lisboa, Setúbal, Faro e Santarém até às 14:00 devido às chuvas fortes que se fazem sentir no continente.

Falando na sede da ANEPC em Carnaxide, em Oeiras, ao início da madrugada, o comandante nacional de Emergência e Proteção Civil, André Fernandes, indicou que no distrito de Lisboa e Setúbal havia várias estradas e linhas de comboio cortadas.

Os 18 distritos de Portugal Continental encontram-se hoje sob aviso amarelo, devido à previsão de chuva por vezes forte, podendo ser acompanhada de trovoada e de rajadas fortes de vento.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.