Até ‪às 17h00 de hoje foram detidas 67 pessoas por crime de desobediência, das quais 18 por desobediência à obrigação de confinamento obrigatório, 29 por desobediência ao dever geral de recolhimento domiciliário, 8 por desobediência ao encerramento de estabelecimentos, 1 por resistência e 11 por violação da cerca sanitária de Ovar.

No mesmo período, foram encerrados 223 estabelecimentos por incumprimento das normas estabelecidas.

Estes números, de acordo com o comunicado enviado esta quinta-feira pelo MAI, juntam-se aos verificados no primeiro período de Estado de Emergência, que vigorou entre os dias 22 de março e 2 de abril, onde se registaram 108 detenções por crime de desobediência e foram encerrados 1.708 estabelecimentos comerciais.

As novas restrições de circulação impostas na renovação do estado de emergência estipulam que entre as 00:00 de hoje e as 24:00 de dia 13 de abril, as deslocações não poderão fazer-se para fora do concelho de residência, salvo em situações autorizadas, como por exemplo ir trabalhar.

Covid-19: Dos 150 detidos só 18 foram presentes a juiz
Covid-19: Dos 150 detidos só 18 foram presentes a juiz
Ver artigo

A operação conjunta de fiscalização da PSP e da GNR conta com 35 mil elementos no terreno.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 409 mortes, mais 29 do que na véspera (+7,6%), e 13.956 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 815 em relação a quarta-feira (+6,2%).

Dos infetados, 1.173 estão internados, 241 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 205 doentes que já recuperaram.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.